A SharpSpring oferece landing pages seguras, publicadas com o prefixo https:// junto da URL. A publicação de páginas com o prefixo https:// tem se tornado fundamental no mundo online de hoje em dia, pois mostra que a página é criptografada, confiável e segura de ser visitada. 

Além disso, alguns browsers (como o Google Chrome), avisam explicitamente quando um website não é seguro. Algumas vezes, inclusive, forçando o redirecionamento do visitante da página em questão. 

Este artigo fornece informações básicas sobre o que é o prefixo https:// e detalha como ver landing pages seguras na SharpSpring.

Acessando Landing Pages Seguras

As landing pages da SharpSpring são seguras. Para acessar uma versão segura da sua landing page, que possua o prefixo https://, siga os seguintes passos:

  1. Na barra de ferramentas superior da SharpSpring, clique em Conteúdo > Páginas.
  2. Crie ou edite uma landing page.
  3. No painel à esquerda, clique em Page Settings.
  4. Localize o campo Funnel URL - Secure.

A URL no campo Funnel URL - Secure é a URL da landing page segura.

Se você já possui os registros CNAME configurados, sua nova URL irá aparecer no seguinte formato: https://slug.empresa.com/slug

Sem os registros CNAME configurados, a URL aparecerá no seguinte formato: https://pages.services/site.empresa.com/slug

Conteúdo Misto

Conteúdo misto é o termo utilizado nas situações em que você carrega uma página, através de um endereço seguro, que possui tanto conteúdos com prefixos não seguros (http://) quanto conteúdos com prefixos seguros (https://).

Isso significa que, quando você possui imagens ou vídeos com links não seguros incorporados ao seu site, as suas landing pages não aparecerão corretamente ao usar os links https:// SharpSpring. A maioria dos navegadores exige, geralmente através de um aviso de texto, que os visitantes da página forneçam uma permissão para carregar conteúdo não seguro. Todo o conteúdo da landing page deve ser seguro, para que o endereço seguro da página funcione corretamente.

Todos os conteúdos disponibilizados pela SharpSpring são - links de media center, imagens "upadas" e demais -, por padrão, seguros. Dessa forma, todo o conteúdo não seguro em seu site provavelmente terá outra procedência que não a plataforma SharpSpring. No editor de landing pages, haverá um ícone avisando a presença de conteúdo misto em links problemáticos, na parte das Page Settings.

Sugerimos, como melhores práticas, usar somente conteúdos seguros. Reforçando, a SharpSpring fornece formas de mostrar apenas conteúdo seguro. Caso você precise trazer conteúdo de fora da SharpSpring ou direcionar para conteúdo externo, é necessário garantir que o conteúdo seja seguro (possua o link com prefixo https://).

Criptografia e Segurança de Sites

Criptografia é o processo de conversão dos dados, da sua forma original, em informações codificadas. Assim, mensagens criptografadas só podem ser visualizadas por pessoas autorizadas, e que são capazes de descriptografar os dados de volta a sua forma original. 

A criptografia é importante no mercado online atual, pois ajuda a proteger informações pessoais (informações bancárias e de cartões de crédito, por exemplo), permitindo a visualização apenas por pessoas autorizadas.O protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol) é utilizado para formatar, distribuir e comunicar conteúdo online. O HTTP usa hyperlinks para conectar informações e aparece em endereços de sites com o prefixo http://, ou variação similar. Sites com o prefixo http:// não são criptografados.

O protocolo HTTPS (Hypertext Transfer Protocol Secure) é a variante segura do HTTP, a qual possui o prefixo https:// na URL. Isso quer dizer que todas a comunicação entre o seu browser e o site acessado é criptografada.

Esta criptografia, normalmente, usa o protocolo SSL (Secure Sockets Layer), que é um protocolo específico para comunicação criptografada entre browser e site.

Benefícios de Sites Seguros

Sites seguros oferecem ao visitante a tranquilidade de saber que suas informações estão protegidas de fontes externas. Como os dados criptografados são difíceis de descriptografar e decodificar, devido à segurança da conexão entre browser e site acessado, é improvável que as informações transmitidas sejam capturadas, interceptadas ou modificadas. 

Segurança e criptografia são dois temas muito caros, atualmente, a diversos browsers. Em 2018, por exemplo, o Google mudou sua política para sites sem o prefixo https://

No Google Chrome, sites não seguros apresentam um banner no topo da página, avisando que o site não é seguro e que, portanto, o conteúdo transmitido entre o browser e o site não é criptografado. Sites com pouca segurança são indexados pelo motor de busca do Google, causando impacto no seu ranqueamento e prejudicando ações de SEO.

Encontrou sua resposta?