A Ferramenta de Importação da SharpSpring é feita para adicionar leads no Gerenciador de Contatos rapidamente. Na maioria das vezes, adicionar um arquivo .CSV é bem simples.

No entanto, alguns problemas podem ocorrer ao importar uma planilha em formato .CSV. Este artigo detalha os problemas mais comuns em um processo de importação.

Informações Importantes sobre as Importações

A Ferramenta de Importação utiliza as informações dos arquivos .CSV e cria listas de contatos a partir deles. Estes arquivos possuem apenas dados alfanuméricos, sendo exibidos num formato de tabela.

Esteja ciente de que os seus dados requerem determinadas informações. Se você não incluir essas informações em seu arquivo .CSV, a importação não será bem sucedida. Qualquer arquivo .CSV que você importar deve estar estruturado de uma maneira parecida com a seguinte:

Ao buscar solucionar problemas nos arquivos .CSV, os seguintes pontos são importantes de ter em mente:

  • Linhas de Cabeçalho são obrigatórias. Em outras palavras, a primeira linha da tabela deve conter os nomes das colunas. Você irá mapear cada uma das colunas para campos dentro da SharpSpring.
  • Campos de e-mail são obrigatórios. A Ferramenta de Importação requer que o seu arquivo .CSV contenha uma coluna mapeada para o campo de sistema E-mail. Você precisará incluir a coluna E-mail, mesmo quando um contato não possuir um endereço de e-mail.
  • O campo É Descadastrado (Is Unsubscribed) é obrigatório. Para que a SharpSpring importe com sucesso um arquivo .CSV, o arquivo deve possuir uma coluna Is Unsubscribed. Este campo deve ser um campo boleano, onde 0 é o valor para leads que optaram por receber e-mails (inscritos), e 1 para os leads que não optaram (desinscritos).
  • Utilize nomes e sobrenomes. Para que a importação aconteça corretamente, um nome e sobrenome são sugeridos quando o contato não possuir um endereço de e-mail. Recomendamos fortemente que você use estes campos.
  • Os valores devem bater. Ao importar valores de campo personalizados, garanta que eles estejam formatados para combinar com os valores dos campos. Por exemplo, os valores de picklist e checkbox são case sensitive (possuem letras maiúsculas e minúsculas).
  • Ao importar dados de campos de picklist e checkbox, os campos devem estar presentes na importação do arquivo para que sejam exibidos. Garanta que os campos de picklist ou de checkbox estejam em seu arquivo antes de realizar a importação. Do contrário, os dados podem ser importados de forma irregular.

Use Editores de Texto

Para melhor diagnosticar erros nos arquivos .CSV, abra o arquivo em um editor de texto como o Notepad++ ou o TextEdit,

Isso permitirá diagnosticar quaisquer problemas na formatação do arquivo, pois ele aparecerá muito diferente no editor de texto do que em programas de tabelas.

Procure por Caracteres Incorretos

No processo de solução de problemas, considere o seguinte ao analisar o texto:

  • Garanta que o arquivo contenha texto ASCII. Tanto num editor de texto quanto em um programa de tabela, revise todo o .CSV e procure por linhas contendo caracteres multi-byte ilegíveis - geralmente, são representados por símbolos. Estes caracteres podem indicar que um problema de codificação ocorreu ao produzir o documento inicialmente, e esse erro pode ter causado que registros fossem rejeitados.
  • Espaços em branco causam erros. Garanta que o documento não contenha um número muito grande de espaços e linhas vazios ou em branco. Esses espaços e linhas são notáveis na presença de muitas linhas contendo apenas vírgulas, ou na possibilidade de continuar descendo a página abaixo do ponto em que os dados visíveis estão presentes. Além disso, se o .CSV for um documento contendo apenas uma linha, o espaço em branco pode estar à direita dos dados visíveis. Ande para a direita até onde conseguir e aplique as instruções anteriores.
  • Procure por ponto e vírgula fora do lugar. Os pontos e vírgulas podem causar problemas em arquivos .CSV, como ocorre ao mapear a um grupo de checkbox. Esses dados devem ser separados por vírgulas.
  • Verifique aspas incorretas ou mal posicionadas. Um caractere que às vezes passa batido são as aspas, que podem causar diversos erros. Citações dentro de citações devem estar representadas como duas citações próximas uma da outra. Exemplo: "Campo possui ""valores citados"" dentro".

Arquivos Delimitados por Vírgulas

As vírgulas que representam colunas separadas são chamadas de delimitadoras. Garanta que as linhas sejam delimitadas por vírgulas. As linhas contendo vírgulas enquanto dados - e não como separadores de registros - devem ter os seus campos envolvidos em aspas, a fim de evitar que este dado seja interpretado como delimitador.

Cada vírgula representa uma coluna separada, ao passo que cada nova linha representa uma nova fileira. Elas não devem ser separadas por parágrafos, dois pontos, ou quaisquer outros caracteres que não sejam uma vírgula. O formato do arquivo .CSV deve aparecer no editor de texto assim:

  • Gomes, Marcela, 46, Mulher, Paraná
  • Gabriel, João, 32, Homem, Rondônia
  • Silva, Carlos, 13, Homem, São Paulo
  • Freitas, Roberta, 64, Mulher, Acre

Tamanho e Estrutura do Documento

Se tudo estiver correto, abra o arquivo .CSV no Excel e confirme a presença de um cabeçalho válido. Navegue pelo documento e garanta que o número de linhas não seja muito grande.

Confirme se o tamanho do arquivo é menor do que 10MB. Caso o arquivo seja maior, você precisará dividir ele em arquivos menores.

Encontrou sua resposta?