A partir do uso do Editor de Landing Pages da SharpSpring, diversas questões foram levantadas por usuários envolvendo SEO (search engine optimitzation). O Editor de Landing Pages traz a possibilidade de otimizar alguns elementos da página - título, slug da URL e a descrição meta da página. No entanto, ainda que tais elementos sejam importantes, o principal componente da otimização de qualquer landing page será o conteúdo produzido. Não existe elemento de otimização mais poderoso que um conteúdo adequadamente direcionado via palavras-chaves. Este artigo detalha como melhor otimizar as landing pages.

Sobre a Indexação de Páginas

Em certos casos, não faz sentido que suas landing pages sejam encontradas no Google.

  • Páginas de agradecimento e conteúdos fechados. Quando uma página de agradecimento for construída para conter conteúdo fechado, você não quer que os usuários alcancem essa página em uma busca orgânica - o que seria, basicamente, fazer com que as informações do lead não fossem coletadas, permitindo o acesso do conteúdo de forma gratuita.
  • Eventos curtos. O Google pode encontrar a sua página de evento no momento final do evento - ou, pior ainda, quando este já estiver encerrado. Além disso, páginas podem permanecer indexadas no Google por um bom tempo. Isto é, mesmo que você remova a landing page do ar após o evento, a URL pode ainda continuar sendo exibida nos resultados de busca, direcionando para uma página de erro 404.
  • Landing Pages de Tráfego Único. Caso esteja construindo uma landing page personalizada, contendo conteúdo designado para uma campanha específica, você não vai querer que os usuários possam encontrar a página através de buscas orgânicas. Por exemplo, uma campanha de Black Friday, com ofertas para um período e um ano específicos. Nesse caso, somente as pessoas que vêm através da fonte de tráfego para a qual você construiu o conteúdo deveriam poder visualizar tal página.

Em última instância, decida se faz sentido para as suas campanhas de marketing permitirem que usuários encontrem a sua página de forma orgânica. Caso a página que você está criando seja encontrada em ferramentas de busca, desmarque a opção Permitir que Ferramentas de Busca Encontrem essa Página, nas configurações de uma landing page. Para as landing pages que foram construídas com objetivos de longo prazo em mente, a otimização de página é extremamente importante. Você quer que usuários possam encontrar as suas landing pages ao buscar por palavras-chave associadas com a sua oferta.

Slugs de Funis

No Editor de Landing Pages, você possui acesso às URLs e slugs de funis. Adicione uma palavra ou duas para domínios de marcas - de preferência, sinônimos das suas palavras-chave direcionadas -, e substitua completamente uma palavra-chave direcionada por um sinônimo, a fim de obter resultados de exatos ou parciais de domínios. A Busca Semântica do Google é inteligente o suficiente para reconhecer sinônimos, fazendo com que possamos estabelecer relevância sem correr o risco de superotimizar.

Por exemplo, para domínios de marca, caso esteja direcionando a frase de palavras-chave adestramento cães, e o seu domínio for www.k9depot.com, considere o seguinte:

Bom: http://www.k9depot.com/adestrando-obediencia-em-caes
Um sinônimo extra foi adicionado.

Ruim: http://www.k9depot.com/adestrando-caes
Evite utilizar uma palavra-chave exata na URL.

Caso alguma das palavras-chave já existam na URL, substitua ela no slug por um sinônimo. Por exemplo, para resultados exatos ou parciais de domínios, caso esteja direcionando a frase de palavras-chave adestrando cães, e o seu domínio for www.adestrandocaes.com, considere o seguinte:

Bom: http://www.adestrandocaes.com/como-disciplinar-seu-caozinho
Palavras-chave substituídas por sinônimos.

Ruim: http://www.adestrandocaes.com/como-adestrar-seus-caes
Tanto cães quando adestrar aparecem mais de uma vez na URL, e pode gerar penalização por superotimização.

Silos de Conteúdo

Uma poderosa técnica de arquitetura de sites, envolvida com a criação de funis no Editor de Landing Pages, é o conceito de Silos de Conteúdo. Este é um método de categorizar páginas de sites abrigando páginas afiliadas sob uma página-mãe. Você pode escolher o silo por oferta de produto, localização, serviço, ou qualquer categorização personalizada relevante para a sua área. Isso ajuda a estabelecer relevância na ferramenta de busca, mostrando do que se trata a sua página, tornando ainda mais fácil para direcionar palavras-chave maiores.

Como exemplo, em vez de direcionar a frase de palavras-chave adestrando cães, considere fazer o Silo de páginas baseado na raça do cachorro, ou na localização na qual você oferece seus serviços.

Raças de cachorros: http://www.adestrandocaes.com/husky/como-disciplinar-seu-caozinho
Abriga-se a página utilizando a raça de cachorro husky.

Localização: http://www.adestrandocaes.com/curitiba/como-disciplinar-seu-caozinho
Abriga-se a página utilizando a cidade de Curitiba.

Títulos de Páginas

Os títulos de páginas, geralmente, apresentam o seguinte formato:

Palavras-chave que você deseja classificar / Nome da Empresa ou Sinônimos de Palavras-chave

Tente incluir as palavras-chave apenas uma vez, mantenha elas juntas na maior parte das vezes - além de mantê-las na frente do título.

Bom: Dicas de Adestramento de Cães para Iniciantes | K9 Depot

Ruim: Adestramento de Cães - Como adestrar seu cão - Dicas de Adestramento de Cães

Os títulos das páginas devem respeitar o limite de 60 caracteres.

Descrições Meta

Ainda que a descrição meta não seja um fator de classificação direta no algoritmo do Google, ela aparece nos resultados de busca e ajuda o usuário a entender do que se trata o conteúdo da página listada. Isso impacta diretamente na taxa de clique o que, por sua vez, é um fator de rankeamento. Por isso, pode-se dizer que uma boa descrição meta impacta indiretamente no posicionamento da página. Ao fazer uma descrição meta, tenha em mente o seguinte:

  • Seja descritivo.
  • Deixe as pessoas curiosas.
  • Mantenha a descrição num máximo de 156 caracteres.

Além disso, uma estratégia possível é ultrapassar o limite de 156 caracteres. Isso precisa ser muito bem pensado, para que o Google gere os três pontos no lugar que você realmente deseja. A ideia seria gerar uma curiosidade mediante o uso das elipses, encorajando as pessoas a clicar em seu site para ver do que exatamente se trata o conteúdo.

Tags de Cabeçalho

As tags de cabeçalho devem ser utilizadas moderadamente para incluir frases de palavras-chave direcionadas. Geralmente, a melhor prática é apenas incluir elas no cabeçalho de cima, a fim de evitar uma superotimização. Considere a seguinte estrutura:

<h1>Dicas de Adestramento de Cães para Iniciantes</h1>
     <h2>Disciplina e Instrução</h2>
          <h3>Filhotes</h3>
          <h3>Cães Mais Velhos</h3>

Densidade de Palavras-Chave

Ao criar conteúdo para uma landing page, tenha em mente para não utilizar demais a sua palavra-chave direcionada. Uma boa referência é utilizar o termo que se quer otimizar no máximo três vezes - uma vez na tag <h1>, e duas vezes no corpo da página. Além disso, mantenha o uso de cada palavra-chave na frase em, no máximo, 15 ocorrências. Caso precisa utilizá-las mais que isso, escolha sinônimos, a fim de manter a relevância da página, evitando penalidades por super utilizar palavras-chave.

Também tenha em mente que, pelo fato de landing pages serem geralmente páginas individuais, elas frequentemente não se beneficiam de backlinking complexos e de estruturas de relevância de páginas que as páginas do seu site podem ter. Por conta disso, pode ser muito difícil classificar palavras-chave muito amplas. Em vez disso, direcione palavras-chave mais específicas (long tail), que são mais relevantes para as suas landing pages. Assim, você estará ampliando o assnuto e fornecendo informações mais detalhadas sobre um determinado tópico. 

Com isso você fortalecerá a classificação não somente para palavras-chave mais amplas (head), mas também irá criar autoridade para o site como um todo. Isso é muito bem visto aos olhos dos buscadores, pois é um sinal que você não está trabalhando com foco apenas o posicionamento, mas sim em trazer o máximo de informações e conteúdo para o seu usuário. Para os buscadores, no fim das contas, é isso que importa. Então, otimize pensando no usuário e evite essas armadilhas antiquadas de repetições forçadas de uma palavra-chave específica.

Encontrou sua resposta?