Enviar e-mails para endereços do Gmail e domínios do Google requer um certo cuidado.

Este artigo detalha os vários aspectos envolvidos no envio de e-mails para o Gmail e domínios do Google.

A aba Promoções

Uma das maiores preocupações ao enviar um e-mail é a possibilidade de cair na aba Promoções do Gmail. Existem muitos fatores por trás das abas do Gmail e de como elas lidam os e-mails. Quando o sistema de abas do Gmail foi implementado, em 2013, os profissionais de marketing tinham a preocupação de que a aba de Promoções fosse uma espécie de depósito onde cairiam seus e-mails nunca lidos pelos destinatários. Em resposta a isso, tentaram "vencer" o algoritmo do Google e colocar seus e-mails nas abas Social, Atualizações e Primária do Gmail.

Como um profissional de marketing que trabalha com e-mails, você não pode evitar a aba Promoções. O Gmail analisa o idioma e a origem de todos os e-mails que provém de seus filtros de spam e gateway. Ainda, o algoritmo do Google procura por certas frases e combinações de palavras para decidir em qual aba um e-mail deve cair. Com milhões e milhões de e-mails passando por esse algoritmo a cada dia, o Google tornou-se capaz de identificar e-mails promocionais e de marketing.

Em resumo, para não cair na aba de Promoções, você precisaria deixar de enviar e-mails de marketing - ou, pelo menos, enviar um e-mail tão estranho que o algoritmo não pudesse encontrar quaisquer linguagens promocionais. À esta altura do campeonato, é melhor que não seja feito nada com relação à aba de Promoções - e não há nada de errado com isso.

Configuração da Caixa de Entrada

Em 2015, o Return Path lançou uma análise de três milhões de usuários do Gmail - incluindo 400.000 configurações de caixa de entrada e 55 milhões de mensagens de e-mail - para compreender como a aba de Promoções está afetando o engajamento com as mensagens de marketing. A análise do Return Path descobriu que apenas 0,3% de todas as mensagens comerciais chegam à aba Primária, e que a aba de Promoções recebe 90% de todas as mensagens comerciais.

Mais que isso, a configuração da caixa joga um papel chave. O Return Path descobriu que, antes que houvesse a configuração de caixa de entrada, as mensagens que eram posicionadas na aba de Promoções eram lidas numa taxa similar. No entanto, essas mensagens eram lidas numa taxa muito maior do que quando eram colocadas na aba Social.

O que se soma a isso é que, com uma caixa de entrada configurada, 93% das mensagens de marketing eram enviadas à aba de Promoções. Sem a configuração, 77% desses tipos de mensagens eram enviados à aba Primária. Além disso, o número de reclamações de spam para as mensagens enviadas à aba de Promoções eram menos da metade daquelas enviadas à aba Primária.

A análise do Return Path revela que o que se ganha com isso é que as mensagens na aba de Promoções possuem uma taxa de entregabilidade significantemente maior, com taxas de reclamação de spam ainda muito menor. E, tudo isso, afetando minimamente as taxas de engajamento e leituras.

A entrega na aba Primária

A aba de Promoções é muito menos danosa do que se pensa. Os e-mails que são enviados à aba de Promoções não são somente inofensivos, como também fornecem melhores taxas de entregabilidade, ao passo que recebem menos reclamações de spam.

Dito isso, existem três formas de fazer com que suas mensagens sejam entregues à aba Primária. No entanto, dependem de ações do seu destinatário:

  • Seu destinatário adiciona o seu endereço de e-mail em sua lista de contatos. Se o contato estiver na lista de endereços, o Gmail passará por cima da configuração de e-mail promocional e deixará as mensagens na aba Primária.
  • Seu destinatário move o e-mail à aba Primária. Se o contato mover o e-mail da aba de Promoções à aba Primária, os e-mails subsequentes seguirão o mesmo caminho e serão deixados lá.
  • Seu destinatário avalia o e-mail. Os e-mails com estrelas são movidos à aba Primária. Como a avaliação de um e-mail o transfere à categoria Avaliados e considera-o importante, os e-mails subsequentes podem também ser deixados nesta aba.

Entregabilidade nos Aplicativos e Domínios do Google

Para muitos profissionais de marketing, as abas do Gmail são apenas o começo da entregabilidade. Os endereços pessoais e empresariais do Gmail, hospedados através de Aplicativos do Google, frequentemente correspondem à cerca de 40% de suas listas. Isso significa que a entragabilidade para estes domínios pode afetar dramaticamente a performance geral do seu programa de marketing.

Para maximizar a entregabilidade para domínios do Google, considere o seguinte:

  • Siga as Diretrizes do Remetente do Google. Os filtros de spam do Gmail são altamente sensíveis ao engajamento. Você deve desejar o máximo de engajamento positivo (pessoas abrindo, clicando, passando um tempo lendo o seu conteúdo, conferindo você como um remetente confiável) e o mínimo de engajamento negativo (baixas aberturas, baixos cliques, altas reclamações de spam e altos descadastramentos). Isso se adquire enviando conteúdos engajadores e relevantes, os quais as pessoas tenham solicitado - e continuem desejando recebê-los.
  •  Faça login no Postmaster Tools do Google. Isso permite conferir a sua própria reputação de e-mail atualizada. O Google entraga e-mails para remetentes confiáveis. Novos remetentes e profissionais de marketing com histórico de maus remetentes podem ter os seus e-mails bloqueados ou atrasados. Você pode conferir a sua reputação de remetente utilizando o Postmaster Tools.

A Política de DMARC do Google

Em outubro de 2015, o Google anunciou alterações em sua política de DMARC, a qual se tornou efetiva em Junho de 2016. Agora, ao enviar mensagens utilizando um endereço com @gmail.com para enviar e-mails da SharpSpring, tais mensagens sofrerão bounce ou irão diretamente à pasta de spam do destinatário.

A política de DMARC do Gmail é consistente com diversos outros principais provedores de e-mail, tais como o Yahoo e a AOL, os quais possuem políticas de rejeição de DMARC já de longa data.

Para ajudar a garantir que seu e-mail seja entregue a domínios do Google, a SharpSpring recomenda o seguinte:

  • Utilize o seu próprio domínio (como @minhaempresa.com) no endereço do campo De para enviar e-mail na SharpSpring. Evite utilizar domínios gratuitos de e-mail, tais como Yahoo, AOL, ou até mesmo o Gmail.
  • Revise os seus templates de e-mail da SharpSpring, incluindo aqueles disparados por automação, e ajuste o endereço do campo De o quanto for necessário.
Encontrou sua resposta?