Um dos pilares do marketing é a construção de um bom relacionamento. No final do dia, os marqueteiros estão tentando estabelecer uma relação com os leads como indivíduos, independente de onde eles estão em suas jornadas. E-mails dinâmicos ajudam na construção dessa relação. Em média, as mensagens personalizadas geram seis vezes mais conversões do que as mensagens padrões. Na SharpSpring, conteúdos dinâmicos e personas lhe permitem personalizar ainda mais o conteúdo.

Este artigo fornece informações sobre como utilizar personas e conteúdos dinâmicos.

Personalizando o Assunto do E-mail

Você tem apenas uma chance para dar uma ótima impressão. No contexto dos e-mails, isso significa mostrar uma frase de assunto que cative o interesse do destinatário e faça a abertura se transformar em um engajamento de cliques.

Considere todas as vezes que você recebeu um e-mail, leu a linha de assunto, e imediatamente descartou. Essa rejeição é um indicador de que o conteúdo está mal alinhado com o público. Se você estiver vendo resultados limitados ou abaixo do esperado com relação às taxas de abertura ou aos cliques em suas campanhas atuais de e-mail, tente utilizar o conteúdo dinâmico e adicionar linhas de assunto personalizadas com base em cada persona.

Em média, e-mails com as linhas de assunto personalizadas possuem uma taxa de abertura 30% maior que os e-mails com uma linha de assunto genérica.

Para maiores informações acerca do uso de conteúdo dinâmico em e-mails e linhas de assunto, confira os seguintes artigos de suporte:

Utilizando Imagens Únicas

Como um marqueteiro, é imperativo que você faça o máximo para se certificar que o conteúdo tenha ressonância com o público. Isso é verdadeiro em especial para a primeira imagem exibida dentro do e-mail. Com quase 75% dos clientes online expressando frustração quando empresas apresentam conteúdos que não possuem nada a ver com os seus interesses, um pequeno esforço na personalização pode ajudar e muito.

Considere o seguinte: uma empresa de roupas especializadas de treino envia um e-mail para a sua lista primária em Janeiro, sem nenhum conteúdo dinâmico. A imagem primária do e-mail inclui alguns amigos fazendo snowboarding em uma montanha, com as roupas da empresa. Para a maioria da lista, esta imagem pode muito bem funcionar. No entanto, para os leads na Florida, Arizona, ou em outros países que não correspondem ao clima frio da imagem, isso pode contribuir para um cenário em que o lead abre e imediatamente fecha o e-mail. Adicionar uma imagem alternativa para esses leads tropicais, o engajamento com o conteúdo pode aumentar.

Para maiores informações sobre a adição de imagens em e-mails e landing pages, confira os seguintes artigos de suporte:

Conteúdo Dinâmico de Call-to-Action

Fazer alguém fazer alguma coisa pode ser difícil. Esta é uma das razões pelas quais o marketing é tão importante no ambiente atual dos clientes. As pessoas desejam ter total controle e autonomia em suas decisões de compra. De certa forma, os marqueteiros devem entrar na cabeça de seus prospects para construir uma visão do que eles pensam querer.

Uma das razões para se focar na linguagem de uma call to action é que este é o evento que leva um lead para onde você quer que ele vá, ou, do contrário, faça o lead completar uma ação específica de sua escolha. São chamados para completar uma ação. Caso a sua call-to-action não fala a língua do seu público-alvo - ou da sua persona -, então você está perdendo a oportunidade de progredir um lead no seu funil de marketing ou de vendas.

Para maiores informações acerca de conteúdos de call-to-action, confira os seguintes artigos de suporte:

Encontrou sua resposta?